domingo, 9 de outubro de 2011

LEGALIZÃÇÃO DO ABORTO NÃO DIZ RESPEITO AS PESSOAS, MAS SIM ÀS DEUS E AS LEIS

Legalizar o aborto é Direito de quem e de quê?
Você sabe o que significa EUGENIA?

Eugenia é um termo cunhado em 1883 por Francis Galton (1822-1911), significando "bem nascido". Galton definiu “eugenia” como o estudo dos agentes sob o controle social que podem melhorar ou empobrecer as qualidades raciais das futuras gerações seja física ou mentalmente. Em outras palavras, melhoramento genético. O tema é bastante controverso, particularmente após o surgimento da eugenia nazista, que veio a ser parte fundamental da ideologia de pureza racial, a qual culminou no Holocausto. Mesmo com a cada vez maior utilização de técnicas de melhoramento genético usadas atualmente em plantas e animais, ainda existem questionamentos éticos quanto a seu uso com seres humanos, chegando até o ponto de alguns cientistas declararem que é de fato impossível mudar a natureza humana.
Aquem importa? A quem interessa?
Desde seu surgimento até os dias atuais, diversos filósofos e sociólogos declaram que existem diversos problemas éticos sérios na eugenia, como a discriminação de pessoas por categorias, pois ela acaba por rotular as pessoas como aptas ou não-aptas para a reprodução, isso é, a ideologia de “raças superior e inferior”.

Alguns estudiosos tendem a afirmar que a “eugenia” fi iniciada por Hitler, mas isso parece mais ser mais um dos meios fraudulento e leviano de difamação a todo aquele que é considerado inimigos ou antisemítas. Na verdade, os alemães se utilizaram das pesquisas e testes já desenvolvidos e praticados pelos americanos do Norte.

Resultado de uma sociedade insensível?
No entanto, esquecem estes que se esforçam em difundir tal de rotular os alemães, acusando-os desta prática que a “eugenia” teve início lá nos primórdios da raça humana, e quem mais a praticou e a divulgou para todas as outras gerações foram os primeiros homens da história da humanidade.

Lendo os 12 primeiros capítulos do livro de Gênesis, que se encontra na coletânea bíblica, se descobre a origem de tão maligna doutrina.
Aqui vou fazer um resumo dos acontecimentos numa contextualização dinâmica para que se possa melhor compreeder como tudo começou e foi inventado pelos homens, inclusive a difamação que se jogava sobre os considerados “inimigos”. Prática condenada por Jesus que disse para “nos alegramos quando fossemos difamados, caluniados (Mateus 5.10-12).

O ser indefeso assassinado
Primeiro Adão é criado, depois Eva... A “eugenia” aqui está neste primeiro registro. Atentem para isso: “Adão sendo feito primeiro, tem primazia sobre a mulher, sendo considerado “ser superior a mulher”. Daí vem o “machismo”, onde a mulher seria por várias gerações humilhada e colocada em segundo, plano tendo atividades sumariamente determinadas pela sociedade “machista” como inferior, subjetivas. A posição de inferioridade da mulher nesta sociedade a faz apenas “parideira”, nada mais. Procriar é sua missão primária. Assim, qualquer tentativa de se igualar como ser humano, independente de se “masculino ou feminino”, já a colocava como “prostituta, mulher fácil, mulher da vida” e por aí afora. Recatada deveria ser em todos seus comportamentos e sentimentos.

Vida ou Morte?
E leis não faltaram para maltratá-las ainda mais, condenando-as a ponto de serem apedrejadas, queimadas, esquertejadas em praças públicas para servir de exemplos a outras que ousassem enfrentar os “machos”. Iteressante que a civilização que mais discrimina a mulher é aquela que se diz religiosamente judaica, cristã e muçulmana.

Mas vamos à frente. Em Caim e Abel encontramos de novo a continuidade da “eugenia” quando caracteriza Abel como “justo” e Caim, seu irmão, como criminoso, homicida. E Caim matou Abel, num descontrole de sua fúria, e fugiu com uma de suas irmãs com quem copulou e gerou filhos e filhas povoando então toda a região onde estavam. Logo em seguida, Adão engravida Eva outra vez, e esta diz quando nasce o menino, que foi compensada na falta de seu filho Abel. O nome que colocam nesta criança é “Sete”. Este, ao se tornar adulto tem um filho e põe seu nome de “Enos”. Então dizem que foi a partir daí que se passou a invocar o nome do Senhor.

Fêmea com sua cria
É neste momento em que se deixa explicito que inventaram outro "deus", que aumenta de intensidade e velocidade o processo da discriminação entre os seres humanos. Aí encontramos no capítulo 6 de Gênesis o desfecho deste princípio discriminatório que rotula os descendentes de Caim de “filhas dos homens” e da descendência de Enos de “filhos de Deus”.

A mistura contrariara os projetos daqueles que queriam fazer desaparecer da face da terra toda descendência de Caim. Então inventaram o “dilúvio” que inudaria a terra extinguindo assim toda raça humana. Mas, neste plano maligno estava Noé e sua família, que foram escolhidos para repovoar a terra após as águas baixarem. Ora, se toda a terra se contaminara, estava corrompida, então Noé e sua família também estariam. Mas o “X” da questão não estava aí, mas sim em que precisavam de motivos para justificar a doutrina da “raça pura”. Com o suposto extermínio de toda raça humana, com exceção da família de Noé, e ele próprio, estava concretizado o projeto para se institucionalizar a “eugenia” a partir de Noé e seus descendentes.

Cadeia ADN
O dilúvio foi um holocausto. Então, porque condenar Hitler? Mas ainda não está definido o mapa das “raça”. Tanto a esposa de Noé, quanto as esposas de seus filhos, eram aquelas que foram rotuladas como “filhas dos homens”. Fazer o que? Surge aí a “maldição” a Canaã, filho de Cam, e neto de Noé. Doravantes todos os descendentes de Cam, e particularmente dos de Canaã são “malditos” e devem, por toda suas existências ser escravos de Sem e de Jafé.

Continuaremos após digerirem todas estas informações...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sem agressão e com argumentação lógica, coerente. Nunca faça comentários de assunto que não domina ou cão compreendeu, busque mais informações para melhor poder comentar. Seus comentários também são informação e Conhecimento. Sejam sábios!

HORA CERTA, É AQUI!

"NOVO MESSIAS" É RECEBIDO COM HONRAS E GLÓRIAS NA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM BRASÍLIA

"NOVO MESSIAS" É RECEBIDO COM HONRAS E GLÓRIAS NA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM BRASÍLIA
O culto realizado na igreja em Brasília no mês de outubro foi chamado de “Festival Global da Paz”, cujo objetivo seria “apresentar a mensagem do Reverendo Moon como o novo Messias”... (Clique na imagem para ler matéria completa).

VAMOS SER FILHOS DE DEUS?

Somos todos criaturas de Deus! Jesus, seu Filho amado, Unigênito veio para nos fazer filhos dEle. É através dos seus ensinamentos que chegamos a ser discípulos dEle, Jesus (João 8:31 - 14:21,23). Só assim chegaremos a estatura de varão perfeito. O religioso jamais saberá isso, porque entende que será salvo pelos rituais, cerimoniais, liturgias e tradições humanas, por isso acreditam e guardam tais ensino, como se fora divinos. O Crente em Jesus apenas crer e será liberto, salvo (João 8:32,36). Como disse Jesus: "Bem Aventurado aqueles que não viram e creram!" (João 20:29).

Adquira ainda hoje este livro-E-Book: (61) 3614-3214 / 9311-3952 ou pelo MSN: ieadpm@hotmail.com

Adquira ainda hoje este livro-E-Book: (61) 3614-3214 / 9311-3952 ou pelo MSN: ieadpm@hotmail.com
Este livro levará você a compreender o "por que" da escravidão em que vivem as pessoas, ainda que digam ser libertos e felizes. Em seus comportamentos elas domonstram infelicidade e escravidão em tudo o que fazem e acreditam. Basta observar e sentir que nada está bem...

Quem sou eu

Minha foto

Sou um eterno estudante, não me sinto mestre ainda, mas chego lá um dia. Gosto de ler, discutir, polemizar, descobrir, estudar, pesquisar, analisar a tudo com muito cuidado, atenção e carinho. Não desacredito das pessoas, mas sempre questiono o que elas me dizem, ou no que acreditam. Sempre forço a barra para que pensem, analisem, questionem e busquem a verdade, porque é isso que busco em toda minha vida: A Verdade!